Fundação Pró-Memória de Indaiatuba

Escola do Patrimônio

As inscrições serão abertas no site da Fundação 15 (quinze) dias, corridos, antes de cada oficina.
 
As fichas de inscrições deverão ser enviadas para o e-mail:
 
escoladopatrimonio@promemoria.indaiatuba.sp.gov.br




Oficina: Patrimônio Industrial Paulista


Professora: Dra. Denise Geribello (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo - USP)

Data: 24 de junho

Horário: 9h às 13h - 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: Conceito de patrimônio industrial; trajetória da preservação de bens industriais com foco em exemplares paulistas; possibilidades de apropriação de bens industriais.

Atividade prática: Visita ao Museu Ferroviário de Indaiatuba.

 


Oficina: As Formas da Arquitetura Rural Regional - Características e Transformações entre os séculos XVIII e XIX (Itu e Indaiatuba)

 

Professora: Dra. Milena Fernandes Maranho (Historiadora na área de Brasil Colônia - UNICAMP)

Data: 29 de julho

Horário: 9h às 12h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: O principal objetivo deste curso é apresentar uma reflexão sobre as transformações da arquitetura rural da região que compreende as cidades de Itu e Indaiatuba entre os meados do século XVIII e as primeiras décadas do século XIX. A partir do estudo dos principais materiais, técnicas construtivas e partidos arquitetônicos de casas bandeiristas de Itu (Chácara do Rosário c.1756) e de Indaiatuba (sede da Fazenda Engenho d´água- c.1770) é possível compará-las com exemplares de casas rurais posteriores, das primeiras décadas do século XIX (Chácara Portela – c. 1840-60 em Itu e Casarão do Pau Preto – c. 1820 em Indaiatuba), marcando suas especificidades, semelhanças, transformações nas plantas e modos de morar. Apesar de ainda manterem várias técnicas construtivas de períodos anteriores, muitos exemplares do século XIX, incluindo os citados, demonstram influências da arquitetura urbana, indicando alterações presentes desde o início dos oitocentos.

Atividade prática: Visita técnica ao Casarão Pau Preto 

 


Oficina: Patrimônio Documental Paulista

 

Professora: Ms. Thais J. Svicero (Mestre em História - UNESP)

Data: 29 de julho

Horário: 13h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: Esta oficina tem como objetivo apresentar o conceito de patrimônio documental analisando os arquivos e centros de documentação e memória do estado de São Paulo como lugares de importância para o patrimônio histórico cultural e de gestão da informação. Como atividade prática analisaremos por meio da paleografia alguns documentos históricos presentes no acervo do Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” / Fundação Pró-memória de Indaiatuba.

Atividade prática: Leitura e análise de documentos históricos.

 

 

Oficina: A preservação do patrimônio urbano do primeiro Oeste Paulista

 

Professor: Dr. Francisco Dias de Andrade (Doutor em História da Arte – UNICAMP)

Data: 26 de agosto

Horário: 9h às 13h - 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: A oficina visa apresentar algumas noções e elementos urbanísticos e arquitetônicos básicos do passado da região compreendida por cidades como Jundiaí, Campinas, Itu, Indaiatuba, Sorocaba, Piracicaba, entre outras. No primeiro bloco temático se abordará algumas questões comuns à todas as cidades da região. Dentre elas, pode-se citar a influência da legislação colonial e imperial concernente ao solo urbano, as transformações decorridas da mudança da malha viária a partir do fim do séc. XIX, a importância dos imigrantes para a consolidação da vida urbana, o processo de criação de novas centralidades urbanas e seu impacto no “centro histórico” e o modo como essas dinâmicas foram (ou deixaram de ser) contempladas pelas políticas de preservação cultural.  No segundo bloco, pretende-se apresentar algumas diretrizes para pesquisadores interessados na história e na preservação urbana regional. Intenta-se encerrar a oficina com um roteiro de visita pelo centro histórico de Indaiatuba.

Atividade prática: Visita pelo centro histórico de Indaiatuba


 


Oficina: Experiências paulistas em educação patrimonial

 

Professor: Ms. Fernando Siviero

Data: 30 de setembro

Horário: 9h às 13h - 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: Atualmente, muito se fala no campo da preservação do patrimônio cultural em Educação Patrimonial. Cada vez mais, as leis e as políticas públicas apontam a necessidade de projetos e ações educativas em qualquer intervenção preservacionista. Governo, ONGs e empresas disputam significados e práticas da educação patrimonial.

Em 2014, o Iphan publicou "Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos". Nesse breve livro, encontra-se uma perspectiva histórica do assunto na instituição e algumas orientações para a prática educativa. Apesar disso, observa-se que esse campo possui um acúmulo de experiências muito distintas em todo território nacional e ainda não possui sistematização. Nesse curso vamos estudar o histórico da educação patrimonial no Iphan e conhecer diferentes conceitos, paradigmas e ações educacionais.

Além disso, teremos a oportunidade de analisar algumas experiências nas quais a preservação e a educação patrimonial caminham em conjunto, criando situações e perspectivas que potencializam a função sociocultural dos bens culturais.

 

 

Oficina: O Barroco Paulista

 

 Professor: Doutorando Mateus Alves Silva (Doutorando em História - UNICAMP)

Data: 21 de outubro

Horário: 9h às 13h - 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: A formação de São Paulo e o desenvolvimento artístico; Particularidades do Barroco Paulista; Arquitetura religiosa e civil; Escultura e talha barroca; Pintura e decoração religiosa.

Atividade prática: Exercícios de análise de obras de arte.

Inscrições a partir do dia: 06/10/2017





© Fundação Pró-Memória de Indaiatuba
Desenvolvimento Web: Departamento de Informática (Prefeitura Municipal de Indaiatuba - Secretaria Municipal de Administração)