Fundação Pró-Memória de Indaiatuba

Fazendas

Exposição virtual Fazendas de Indaiatuba


A primeira exposição proposta contempla fotografias das fazendas da cidade, buscando evidenciar a sua importância para o desenvolvimento da economia local. A partir da segunda metade do século XVIII, a economia agrícola começou a se desenvolver em larga escala no interior paulista com a cultura da cana-de-açúcar. Por sua vez, esta incentivou a vinda de uma grande quantidade de imigrantes possibilitando o desenvolvimento de diversos engenhos. Entretanto, no final do século XVIII, surgiu uma nova lavoura em terras paulistas: o café, que expandiu, rapidamente, a economia rural e o número de fazendas no interior paulista. Desse modo, Indaiatuba também se destacou no desenvolvimento da economia agrícola, tanto na cultura de cana-de-açúcar, quanto na cultura cafeeira, além do cultivo de algodão com os imigrantes suíços e a tomaticultura com os imigrantes japoneses. Portanto, essa pequena exposição virtual traz imagens de algumas fazendas que contribuíram para o desenvolvimento econômico, mostrando um pouco da história de Indaiatuba e da região.

Legendas das fotografias


Imagem 1 – Helvetia. Sem data. Em 14 de abril de 1888 foi fundada a colônia Helvetia. Suas terras fazem parte da compra por colonos suíços do sitio Capivary-Mirim e de parte da Fazenda Serra d’água.  Ali, se destacavam a produção de café, fumo, cana-de-açúcar, vinho e cereais. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 2 – Fazenda Barróca Funda. 23 de agosto de 1924. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 3 – Fazenda Boa União, próxima à fazenda Palmeiras. Década de 1920.  Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 4 – Fazenda Quilombo Grande. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 5 – Sede da Fazenda Taipas – Itaici – 1980. Plantio principalmente de cana-de-açúcar e algodão, porém, havia também o plantio de feijão e milho em outros períodos. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 6 – Sede da fazenda Cruz Alta. Sem data. Pioneira na Plantação de Trigo. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 7 – Sede da Fazenda Itatuba. Sem data. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 8 – Sede e tulha de café da Fazenda Pau-Preto. Início do século XX. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Imagem 9 – Fazenda Quilombo. Sem data. Coleção Antônio da Cunha Penna. Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho” – Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Observação: As legendas explicativas, seguem a ordem da publicação das fotos.



Fotos

© Fundação Pró-Memória de Indaiatuba
Desenvolvimento Web: Departamento de Informática (Prefeitura Municipal de Indaiatuba - Secretaria Municipal de Administração)